BLOG

Categoria: Curiosidades, Filmes, Literatura

A Saga H…ermione Granger

Publicado: 06/04/2017 as 16:30

Não precisa ser fã da saga Harry Potter para já ter ouvido falar sobre Hermione Granger. A garota tipicamente sem graça, com os dentes da frente maiores que os outros e cabelo castanho espesso, conquistou o coração do mundo com suas peculiaridades.

Hermione muito me intrigou em todos os livros. Ela é inteligente, esperta, amorosa, amiga e muito esforçada. Dentre todas essas características maravilhosas, descobri que ela construiu isso no decorrer dos livros. Então, vou pontuar meu ver sobre a personalidade Hermione Granger..

 

  1. Inteligente

Algumas pessoas já nascem extraordinariamente inteligentes. Muitas vezes, elas não precisam de muito esforço para que isso aconteça. Com nossa Mione não foi assim. Seu esforço é evidenciado logo no início do primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando ela fica indignada de ninguém ter lido “Hogwarts, uma história” e não saber nem o motivo de o teto do salão principal da escola de magia ser do jeito que era “É enfeitiçado para parecer o céu lá fora. Li em Hogwarts, uma história.” . Isso quer dizer que, mesmo antes de entrar para o primeiro ano, ela já tinha lido um livro enorme não obrigatório em suas aulas + outros livros que construíram todo o seu saber. Quem faz isso com apenas 11 anos? Só nossa bruxinha favorita.

 

  1. Esperta

É bem óbvio que Hermione sempre esteve à frente de Harry em todas as observações com relação às armações de Lord Voldemort. Em “Harry Potter e a Câmara Secreta”, antes de ser petrificada, ela descobriu tudo! Quando Harry disse a ela que gostava de Gina, ela também já sabia. Os feitiços que foram úteis quando ela, Rony e Harry procuravam as Horcruxes, era ela quem sabia! Fora que em sua bolsa ela guardava tudo o que eles sempre precisavam. É nessas horas que eu me pergunto: o que seria de Harry, Rony e, até mesmo, Hogwarts sem Hermione?

 

    1. Amorosa

Mione nem sempre foi mil amores. No início da saga, ela era bem nervosa e impaciente. Isso começou a sumir de sua personalidade quando ela ficou próxima de seus melhores amigos. Desde então, tudo o que ela fazia na escola, além de estudar, era salvá-los de apuros, aconselhar ou simplesmente passar algum tempo jogando conversa fora.

Além de amar Rony e Harry como amigos, ela se apaixonou por Rony e ficava decepcionada com o modo como ele a tratava, às vezes. Depois disso, fica bem perceptível que ela ficava estupidamente feliz com qualquer demonstração de afeto de Rony, que sempre a irritava por coisas bobas. Em certo momento, a gente até fica com uma raivinha do Rony por desdenhar tanto de Hermione! Dá até vontade de ir à Kings Cross e pegar o Expresso de Hogwarts para dar uns tabefes na cara dele. Mesmo assim, ela não desistiu do que sentia “Da próxima vez crie coragem e me convide para o baile antes que outra pessoa convide e não como última opção!”. Sim, queridos leitores, foi ela quem tomou partido da relação. Que mulher!

 

  1. Advogada dos desfavorecidos

Os elfos domésticos são criaturinhas que serviam a alguns bruxos. Em Hogwarts, eles faziam tudo, desde cozinhar, até arrumar as camas dos alunos. Porém, eles não recebiam por isso e não se resguardavam de nenhum direito compatível com a realidade deles. Então, Hermione Mulher Maravilha Granger criou a F.A.L.E  – Fundação de Apoio à Libertação dos Elfos Domésticos e praticamente brigava com quem não apoiasse o movimento. Outra coisa, foi a pequena ajuda que ela deu a Rony no teste para entrar para o time de Quadribol. Que amor essa menina, gente. <3


 

    1. Não aceita ser ruim em algo

Como nem tudo são flores, nossa melhor amiga de infância também tinha esse ‘defeito’. Não sei se posso classificar assim, porque isso a fez correr atrás de seus objetivos. Ela sempre estudou muito e se esforçou para que fosse boa em tudo o que fizesse, entretanto, quando tinha dificuldades, ficava extremamente irritada. Um exemplo é a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas, com que Hermione tinha certa dificuldade. Certa vez, quando o objeto de estudo da aula era o Bicho-Papão, ela visualizou a professora Minerva Mc Gonagall dizendo que ela tinha tomado bomba em todas as matérias(hahahaha). O maior medo de Mione era ser ruim em alguma coisa. Mas, convenhamos, ela se saiu muito bem fugindo desse medo.

No final, tudo deu certo para Hermione. Além de ter conquistado todos em Hogwarts, conquistou nossos corações, não é mesmo? Eu acho que recebi minha carta de Hogwarts a partir do momento que comecei a ler a saga e, no decorrer da leitura, percebi muitas coisas sobre minha personagem favorita. Por isso, vim aqui compartilhar com vocês. Então, obrigada por terem pegado suas vassouras e viajado comigo nessa leitura! Au revoir e até a próxima, leitor!

 

Escrito por: Karoline Maia




  • Xunior Matraga

    Com o perdão do clichê “tiro meu chapéu” para Emma Watson que cresceu sob os holofotes e soube escolher bem o rumo da carreira que vem trilhando, sempre dando vida a personagens que propõe reflexões. A pequena Hermione não foi diferente, apesar de ter acompanhado muito pouco a saga, sempre vejo a personagem sendo o destaque da franquia que conquistou tantos jovens ao redor do mundo. A propósito, vale lembrar a função social e política da atriz que se posiciona tão fortemente em favor das mulheres e em defesa de um mundo menos sexista, machista e hipócrita. Parabéns a ela, parabéns a você, Karol! Mulheres que se envolvem e têm coragem de se posicionar! Muita admiração por vocês!

    • Karol Maia

      Obrigada, prof! Sua opinião é de grande importância pra mim! Beijos

  • Cândido Berto

    Karol, parabéns pelo excelente texto. Não sou fã dessa “sabe-tudo intragável” (SNAPE: Severo), mas a importância dela é algo indiscutível. Fora que ela, nascida de pais trouxas, sofria preconceito por ser uma “sangue-ruim”.
    Agora, Karol, precisamos falar sobre Severo Snape. Que tal um uma análise sua sobre ele?

    • Karol Maia

      hahahah Exatamente! Pode deixar que vou planejar Severo Snape para uma pauta futura! Bjoss ;*